Imagem Whattsapp AMSlog Imagem Solicitar Ligação

Simule seu frete - Preencha as informações abaixo que logo nossa equipe entrará em contato!

AMSLog

BLOG DA AMSLOG

Pandemia e seu efeito nas exportações
Dicas de Comex - publicado em 29/07/2020

Estamos em julho e, se pararmos para analisar, cinco meses se passaram desde o primeiro movimento para conter o coronavírus no Brasil. Indiferente a essa questão, pode-se dizer que algumas mudanças ocorreram no primeiro semestre do ano: o impacto da pandemia nas exportações e na economia é notório.

Embora os dias sejam escuros e muito ansiosos, os produtos de exportação do Brasil podem perder alguns benefícios, como a liberação de frigoríficos e a exportação de frutas com alto teor de vitamina C. A soja decolou e as vendas de carne aumentaram. No entanto, como nem tudo é gasto, as exportações industriais caíram, o que é consistente com a atual situação econômica.

Os aumentos 

Ao contrário de algumas previsões, alguns departamentos de exportação indo muito bem, como o agronegócio. Alguns produtos superaram a marca do dobro, rendendo mais de 120%. Esse lucro é atribuído ao principal parceiro comercial, a China.

As quedas 

Embora seja bom saber que as vendas aumentaram, é claro que durante a crise houve baixas nas exportações, o que ocorre no setor industrial. Segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 57% das empresas brasileiras reduziram suas exportações devido ao COVID-19. A principal preocupação é se a fragilidade do ritmo pode ser restaurada. Embora esse período seja um bom momento para alguns setores, muitos outros sofrem para se manter "bem", como na exportação de flores, processamento, petróleo, produtos semimanufaturados e produtos acabados, ainda estão bastante frustradas.

No entanto, o efeito da pandemia nas exportações teve um grande impacto no Brasil, devido ao grande número de infecções e mortes, ou rastros que foram deixados pela baixa do comércio, paralisações no trabalho, aumento do desemprego, medidas de combate adotadas, conflitos políticos e muitos outros fatores macro e microambientais que sugerem a situação atual. Em suma, sabemos que em algumas áreas, a situação de aprendizado no primeiro semestre está além da especulação, mas deixou uma enorme lacuna para quem sobrevive dos setores que foram negativamente impactados.